Praça

No dia 26 de Junho, domingo, o Bigorna terá 7 apresentações de artistas e grupos em praça aberta. O evento, gratuito, ocorrerá das 12h às 20h e contará também com banquinha de venda de material de selos independentes.

Os artistas e grupos:

 

holofonica12h – Holofonica

Projeto de música criativa de Leandro Archela, onde a composição antirracional de paisagens sonoras se desenvolve através da livre manipulação e experimentação de instrumentos musicais e efeitos eletrônicos.

Archela iniciou sua carreira musical no final dos anos 80 e participa dos projetos Naaxtro, Rumbo Reverso, Bodes & Elefantes, Banda Sonora, entre outros.

http://acinofoloh.bandcamp.com

 

 

abaetetuba13h30 – Coletivo Abaetetuba

Abaetetuba, “encontro de gente boa” em tupi-guarani, é um coletivo de músicos de São Paulo que desde 2004 desenvolve um trabalho de música instrumental dedicado à arte da Improvisação Livre. Já participou em festivais na Espanha, Holanda, Inglaterra, Austrália, Chile e Brasil e tem colaborado com músicos improvisadores de diversos lugares do mundo.

Formado por Antonio Panda Gianfratti (percussão contemporânea), Rodrigo Montoya (shamisen, biwa e violão preparado) e Thomas Rohrer (rabeca, saxofones e eletrônicos), o coletivo projeta sua música baseada na experiência do momento, na criação coletiva e na espontaneidade e criatividade de cada músico. Investiga sonoridade de timbres e texturas através de diversos instrumentos musicais derivados da cultura folclórica brasileira, japonesa, europeia e de criação própria.

https://coletivoabaetetuba.wordpress.com

 

 

auto15h – Auto

Formado em São Paulo no final dos anos 90, lançou três cassetes com gravações de estúdio e registros ao vivo das casas que acolhiam a cena hardcore paulistana. O grupo também catalizou as influências de seus integrantes oriundos de bandas importantes do cenário independente como Againe, Intense e Veracidad; além de ver emergir de suas fileiras o caótico Prendedor e o Objeto Amarelo.

Em 2010, com o retorno do vocalista Jonathan Gall, natural de Nova Iorque, a banda – Carlos Issa (guitarra, eletrônicos), Marcilio Silva (baixo), Marcelo Fusco (eletrônicos) e Alexandre Amaral (bateria) – retomou os ensaios e as composições e tem feito shows mostrando desdobramentos sonoros que misturam eletrônicos minimalistas com instrumentos acústicos e processos experimentais de improviso e ruidagem, sem abandonar a abrasividade inicial do punk que marcou seu início. E é esta nova abordagem que marca o último álbum do Auto, “Crossfire”.

https://otua.bandcamp.com

 

 

acavernus
16h30 – Acavernus

Projeto intuitivo de Paula Rebellato, que também explora o vídeo e a poesia para atingir o sentimento e romper-se através dele, transitando entre as mais densas e sutis esferas.

Paula criou Acavernus no final de 2013 e vem desde então desenvolvendo este trabalho solo de forte caráter ritualístico, deixando que sua voz se materialize, enquanto a música toma seu próprio curso, infinitamente se expandindo através de drones gerados ao vivo.

https://acavernus.bandcamp.com

 

 

national17h30 – National

O National é um duo de musica eletronica que surgiu em São Paulo, em 1.999, com um foco no experimentalismo, na busca de uma linguagem contemporanea e na tradiçao das vanguardas esteticas, fazendo do uso de clusters, glitchs e drones sua principal identidade sonora. Com um extenso catalogo de CDs e de apresentaçoes em Festivais e mostras coletivas, a busca por novas linguagens e meios de repensar o discurso sonoro ainda é uma constante e sua principal prioridade.

www.facebook.com/DuoNational

 

 

hurtmold18h30 – Hurtmold

Formada em 1998 pelos amigos Mauricio Takara, Guilherme Granado, Marcos Gerez, Mário Cappi e Fernando Cappi, a banda vem se apresentando pelo Brasil e exterior e lançando discos desde então. Em 2003, Rogério Martins se integra ao Hurtmold.
O Hurtmold já dividiu o palco com músicos como o norte-americano Rob Mazurek, o brasileiro Paulo Santos (Uakti) e o suiço Thomas Rohrer. Individualmente seus integrantes colaboraram com os artistas Naná Vasconcelos, Pharoah Sanders, Bill Dixon, Roscoe Mitchell, Prefuse 73, Dan Bitney (Tortoise), Joe Lally (Fugazi), Mike Ladd, High Priest, entre outros.
Em fevereiro de 2016 entraram em estúdio para gravação do seu sétimo trabalho, o álbum Hurtmold & Paulo Santos, com previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano.

www.facebook.com/hurtmold

 

 

nusom13h / 14h30 / 16h – NuSom

O Núcleo de Pesquisas em Sonologia da Universidade de São Paulo – Brasil é um centro de pesquisas dedicado à investigação acadêmica num ambiente interdisciplinar que integra disciplinas voltadas para os estudos do som, para a reflexão crítica sobre a música e as artes sonoras e para a pesquisa no campo das técnicas e tecnologias musicais.  O projeto do NuSom tem como meta principal viabilizar a convergência entre a pesquisa acadêmica e a criação artística.

www.eca.usp.br/nusom

 


imageInstalação Sonora Bigorna

A “Sexta Sinfonia” de Gustav Mahler, o “Anel dos Nibelungos” de Richard Wagner e “Maxwell’s Silver Hammer” dos Beatles têm algo ao mesmo tempo em comum e incomum: são músicas que incluem em sua instrumentação a bigorna.

No entanto, trata-se de um objeto que em geral nos remete ao ofício dos ferreiros ou ao non-sense dos desenhos animados, sem levar em consideração suas potencialidades sonoras e musicais. Colocando em movimento tais associações funcionais, sonoras e lúdicas, Bigorna é uma instalação interativa na qual o público tem a oportunidade de experimentar sonoridades inusitadas.

Concepção e realização: Ricardo Garcia e Rodolfo Valente

 


Festival Bigorna na Praça
Data: 26.06.16, domingo
Horário: das 12h às 20h
Gratuito
Praça José Molina – entre as Ruas Consolação, Vinícius de Moraes e Dr. Antonino dos Santos Rocha (a poucos metros do estúdiofitacrepeSP, acessível pelos metrôs Paulista e Consolação)