Convocatória

Estes foram os selecionados por Convocatória para se apresentarem no estúdiofitacrepeSP, com entrada gratuita ao público:

 

  • 18.06.16 – sábado

pingarilho19h – (((Ω))) (SP) “ELECTRAFIXION”

Emerson Pingarilho é artista visual, pesquisador de interfaces digitais, videoarte e multimídias. Doutorando em Comunicação e Semiótica, com mestrado em Psicologia Clínica – Núcleo de Subjetividade, ambos pela PUC/SP. Ensaísta e curador de Net.art., possui uma produção artística interdisciplinar.

“ELECTRAFIXION” é uma apresentação audiovisual inédita especialmente criada para o Festival. O video é uma produção totalmente em VHS, tanto na captação quanto na montagem final, e trata da odisséia em torno da sexualidade da personagem mitológica Electra – personificada pela artista plástica Luisa Ritter – com cenas tiradas de sua história, intercaladas com cenários abstratos e uma narrativa não linear, pontuada pela música ao vivo.

https://auralrecords.bandcamp.com/album/unu

 

 

camerata20h – Camerata pnsc (Campinas)

Grupo de música instrumental improvisada trans-idiomática composto por Ricardo Pezzi, Pedro Florio e Pedro Sollero. Improvisações livres e comprovisações tomam forma a partir de diferentes possibilidades sonoras que contemplam técnicas tradicionais e estendidas.

Será tocado um grupo de três propostas comprovisatórias feitas em homenagem aos homens que deram suas vidas para garantir que o maior desastre radioativo da história – Chernobil, que completa 30 anos em 2016 – não tivesse proporções ainda maiores.

https://soundcloud.com/pnscsons

 

 

havana-blow21h – Havana Blow (SP) “Concerto Quadriphonico para Benjolin & Algorithms”

Dupla formada por Beto Machado & Igor Medeiros que faz exprimentação com DIY’s e processamento digital de áudio em tempo real.

“Concerto Quadriphonico para Benjolin & Algorithms” será tocado com instrumentos construídos pelos próprios músicos além do envolvimento de algoritmos para processamento digital de áudio em tempo real espacializado em 4 falantes.

https://soundcloud.com/igormedeiros
https://about.me/beto.machado

 


 

  • 19.06.16 – domingo

dudu-tsuda19h – Dudu Tsuda (SP) “Estudo para o Silêncio”

Artista multimídia, artista sonoro, músico, compositor, performer, produtor musical, professor da Escola São Paulo e professor convidado da PUC desde 2010 (disciplina de Trilha Sonora e Produção Musical no curso de graduação de Comunicação em Multimeios) . Mestre pelo programa Tecnologias da Inteligência e Design Digital PUC-SP. Graduado em Comunicação em Multimeios PUC – SP. Já realizou intervenções urbanas no Brasil, Espanha, Alemanha, França e Colombia. Participou do Tokyo Experimental Festival vol. 08, Liena De Costa (Espanha), Cité Internationale de Arts de Paris e PlusBrazil / Villa Walberta Artistic Residency na Alemanha, entre outras. Realiza trilhas sonoras e música para instalações, videoarte e cinema, em instituições como Centre George Pompidou (Paris/França), Itaú Cultural (São Paulo/Brasil), Bienal de São Paulo (São Paulo/Brasil), Espaço Oca (São Paulo/Brasil), SESC São Paulo, SESI São Paulo, Fundação TV Cultura (São Paulo/Brasil) e British Council (São Paulo/Brasil).

“Estudo para o Silêncio” é uma performance que mescla criação em música experimental ao piano com procedimentos de performance. É baseada em procedimentos de instrução levantadas por grupos como o Fluxus nos anos 1960, pesquisas em performance de longa duração dos anos 1970 e 1980, no conceito de silêncio e música casual cageanos e no conceito de environment e live act em Allan Kaprow.

www.dudutsuda.com

 

 

andre-damiao20h – André Damião (SP) “Narva 2”

Formado em Composição, com ênfase em Música Eletroacústica, pela UNESP; integra o Núcleo de Pesquisa em Sonologia da USP. Ele já desenvolveu trabalhos nas áreas de música de câmara, música eletroacústica, performances audiovisuais, videoarte e instalações sonoras e interativas.

“NARVA 2” faz parte de uma série de objetos de ‘Música Móvel Crítica’, na qual foi pensada uma genealogia de mídias portáteis e suas relações com obsolescência programada e meios de produção. Composto por uma televisão portátil da década de 80 alterada e sensores digitais e analógicos que transformam sua função original, que esvaiu da carcaça da TV ao longo dos anos.

http://andredamiao.hotglue.me

 

 

lucas-estrela21h – Lucas Estrela (SP)  “Cine Concerto Arboreal”

Cineasta e compositor paraense, Lucas dedica-se a experimentação, improvisação livre e produção de novas linguagens e recursos na música contemporânea.

“Cine Concerto Arboreal” é um espetáculo voltado para a experimentação audiovisual e musical, filmado no Brasil e Argentina – cenários retratados pela ótica intimista e auditiva do diretor. O conceito de ‘Paisagens Sonoras’ é apresentado ao público em uma experiência única de multi-linguagens, onde o filme serve como apoio às composições contemporâneas e performance ao vivo.
https://vimeo.com/135521764

 

→ Ver programação completa